Especialista Esclarece e Dá Dicas Sobre o Famoso Ponto G

Apesar de todos os desenvolvimentos e mudanças que ocorreram ao longo dos séculos, a sexualidade feminina ainda é um tema cercado de mitos e mistérios. Um dos principais temas nesse contexto é o famoso ponto G, que é considerado a “chave” para o prazer feminino.

Por isso, para ter relações sexuais mais prazerosas, é fundamental conhecer seu corpo e entender quais estímulos produzem prazer.

O autoconhecimento do seu corpo o coloca no caminho do prazer, tanto na masturbação quanto na relação sexual.

Neste artigo você vai descobrir como estimular o ponto G, e se aventurar nessa descoberta de prazer infinito. Boa  leitura!

A Cruzada do Ponto G – A Descoberta

O termo Ponto G  foi mencionado pela primeira vez no início dos anos 1980, quando um grupo de sexólogos examinou o trabalho do médico alemão Ernst Grafenberg no ano de  1950 , que analisou os órgãos reprodutivos femininos e como o orgasmo funcionava  nas mulheres.

Em sua pesquisa, o alemão apontou a descoberta de uma zona erógena na vagina que provocava altos níveis de excitação sexual, e que  provocava orgasmos intensos e até mesmo a possível ejaculação feminina. Como homenagem a Grafenberg, os sexólogos chamaram essa região de “Ponto G”.

O Ponto G Existe?

De acordo com especialistas, o ponto G existe. De acordo com a investigação de Grafenberg sobre a anatomia feminina, é um ponto no terço proximal da parede vaginal anterior em que uma mulher teria maior sensibilidade.

Várias biópsias vaginais foram realizadas ao longo dos anos para verificar se havia mais terminações nervosas nessa área e a conclusão foi que não houve alteração nessa área. No entanto, este ponto nada mais é do que a base do clitóris, para que possa dar prazer à mulher.

Onde Está o Ponto G?

O que sabemos sobre o clitóris é da sua parte externa, chamada glande, uma pequena estrutura que lembra uma ervilha e é coberta por pele. No entanto, esta é apenas uma pequena parte do clitóris. Trata-se de um corpo anatômico que se divide em duas partes e que inclui o canal vaginal.

O especialista explica que o ponto G está localizado bem na base desse corpo, onde se divide dois ou três centímetros da entrada da vagina, na parede frontal, próximo à uretra. Devido à proximidade com o clitóris, a mulher pode sentir mais prazer ali.

Ponto G Dá Prazer?

Quando descobriu o ponto G, Grafenberg teorizou que o ponto G traria mais alegria para uma mulher, mas essa afirmação não é totalmente verdadeira. O especialista diz que é difícil para uma mulher atingir o orgasmo apenas estimulando o ponto G, para atingir o orgasmo também é necessário estimular a glande do clitóris.

De acordo com o especialista, durante a excitação da mulher, a vagina sofre várias alterações: ela se alonga e há mais fluxo de sangue na região, o que deixa mais lubrificação vaginal, o  ponto G não muda.

Do ponto de vista anatômico, o ponto G é o mesmo para todas as mulheres e pode variar um pouco. O que é diferente, porém, é a sensibilidade de cada pessoa. “Para algumas mulheres o ponto G pode ser fenomenal, para outras não faz diferença”, explica a especialista.

Porque a relação com o sexo e a excitação mudam de mulher para mulher: enquanto algumas apreciam a penetração vaginal, outras preferem a estimulação do clitóris.

Então, para explorar o ponto G, você pode pedir aos parceiros para massagear a área ou estimulá-la com um vibrador.  Lembre-se sempre:  o prazer que a região oferece pode ser diferente para cada mulher.

Como Estimular o Prazer Através do Ponto G?

O ponto G também pode ser estimulado com a ajuda de sex toys,  principalmente vibradores com pontas curvas. O especialista aconselha que os vibradores podem realmente ajudar no orgasmo devido à pulsação, mas que devem ser inseridos com muito cuidado na vagina.

Posições Que Ajudam a Alcançar o Ponto G

Você pode estar se perguntando: existe alguma posição que ajude a atingir o orgasmo através do ponto G? Em primeiro lugar, cada corpo é um universo de prazer  especial. O especialista orienta  escolher a posição em que você se sente confortável.

Deitada de bruços – Nessa posição, você pode usar movimentos fortes e lentos para penetrar na parte superior do canal vaginal. Outra opção é usar os dedos para escanear a parte superior do canal vaginal e simular uma penetração rápida.

Deitado de costas – você penetra na vagina com o dedo como se estivesse cavando um pequeno buraco em direção ao colchão.

De lado – Você pode tentar nesta posição fetal com um travesseiro entre as pernas.

Na masturbação – Sozinha, a mulher deve encontrar a posição sentada na cabeceira da cama para encontrar uma posição que seja confortável para alcançar essa região. Ficará mais confortável  ao colocar um travesseiro sob as pernas.

Você quer experimentar todos eles, certo? E o melhor de tudo, são posições independentes, o que significa que você não precisa necessariamente de um parceiro sexual para ter prazer no ponto G.

Então, gostou de conhecer mais sobre  Ponto G?  Agora você chegou na parte mais importante: a de praticar todas essas posições e encontrar o seu ponto G e ser feliz. Se joga!  

Até o próximo post… Não perca ! 

Veja o que separamos para você...
0
    0
    Seu carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar a loja
    Telefone
    (41) 98830-8740
    Loja Físicas
    República Argentina
    Av. República Argentina, 3377 - Água Verde, Curitiba - PR
    Av. Brasil
    Av. Brasil, 2608 - Nações, Fazenda Rio Grande - PR
    Manoel Claudino
    R. Manoel Claudino Barbosa, 1518 - Iguaçu, Fazenda Rio Grande

    Fale conosco no WhatsApp:

    (41) 98830-8740
    Segunda a sábado das 10:40 às 19h00

    Mande sua Mensagem: